8

Conheça os Benefícios do Dragon Fruit, Fruta Exótica e Saudável Cultivada em Okinawa

Nos supermercados japoneses encontramos uma diversidade de frutas, entre elas o Dragon Fruit 【ドラゴンフル-ツ】que no Brasil é conhecido como pitaia ou pitaya, vindas da Ásia e também de Okinawa.

As frutas podem trazer grandes benefícios para o organismo humamo, possuem uma grande quantidade de nutrientes. A pitaia ou fruta-do-dragão  (dragon fruit) é uma fruta pouco conhecida, considerada exótica devido à aparência diferente e o sabor levemente adocicado, Seu gosto lembra um pouco o do melão ou kiwi.

A fruta do dragão tem potencial para uso como fonte de ingredientes funcionais para proporcionar nutrientes que podem prevenir doenças relacionadas à nutrição e melhorar a saúde física/mental e o bem-estar dos consumidores.

O termo pitaia significa fruta escamosa, também sendo chamada de fruta-dragão em algumas línguas, como o inglês, denominada pela semelhança com as escamas características da figura do dragão. Como a planta só floresce pela noite (com pequenas flores brancas) são também chamadas de Flor-da-Noite ou Dama da Lua.(Wikipedia)

Tem sido cultivada no Vietnã, pelo menos há 100 anos. No vale de Tehuacán no México, ela é chamada de Pitahaya. Essa cactácea nativa dos Andes foi levada pelos holandeses e franceses para a Ásia, onde é hoje largamente cultivada em Taiwan, Vietnam, Tailândia, Filipinas, Sri Lanka, Malásia. É também encontrada em Okinawa, Hawai, Israel, Norte da Austrália e Sul da China.  Existem pequenas áreas de produção comercial de pitaya no Brasil, em São Paulo.

Pode ser cultivada de 30 até 700 metros acima do nível do mar, desde que as temperaturas sejam em média de 14 a 32°C, com chuvas de 500 a 3.600 mm/ano, mas se adapta também a climas mais secos.

Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica

Três variedades:

    • Hylocereus polyrhizus, branca por dentro com pele rosa
    • Hylocereus megalanthus, vermelha por dentro com pele rosa
    • Selenicereus undatus, branca por dentro com pele amarela

Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica3

A fruta pode pesar entre 150-600 gramas e seu interior, que é ingerido cru, é doce e tem baixo nível de calorias. Da fruta se faz suco ou vinho; as flores podem ser ingeridas ou usadas para fazer chá.  A polpa fresca ou congelada pode ser utilizada no preparo de várias delícias, como geleias, sorvetes, iogurtes, compotas, tortas, doces e sucos. De preferência, não processe em centrifugadora nem coe para preservar as fibras.

Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica2

Valor nutritivo e benefícios do Dragon Fruit

  • As de casca vermelha, particularmente, são grande fonte de Vitamina A.
  • São ricas em fibras e minerais como calcio, fósforo e principalmente zinco e ferro. as vermelhas são ricas em ferro, as amarelas em zinco. Estes nutrientes colaboram na manutenção dos ossos e dentes, contração muscular e na produção de células vermelhas.
  • Fonte de betacaroteno, licopeno e vitamina E, com concentração média de 1,4; 3,4 e 0,26 ug/100 gramas de porção comestível, respectivamente.
  • As sementes são pobres em gordura poliinsaturada, e as vermelhas em particular não possuem gordura saturada. Sementes tem efeito laxante.
  • Também possuem quantidades significativas de antioxidantes, que previnem os radicais livres, auxiliando na imunização do organismo, formação da pele entre outros. Auxilia nos processos digestivos e previne o câncer de cólon e diabetes
  • Em Taiwan, diabéticos usam a fruta como substituto para o arroz como fonte de fibras.
  • Supostamente aumenta a excreção de metais pesados e diminui o colesterol e pressão sanguínea. Comer regularmente alivia doenças crônicas do sistema respiratório.
  • O talo e as flores são usados para problemas renais.
  • Ótima aliada do emagrecimento pois é fonte de tiramina, um aminoácido que ativa o hormônio glucagon, capaz de estimular o organismo a utilizar os estoques de glicose e de gordura e transformá-los em energia. A tiramina também inibe o apetite e aquela vontade súbita por doces.
  • Ação termogênica, apresenta uma maior dificuldade em ser digerida pelo organismo e, com isso, aumenta o gasto energético, auxiliando na queima de gordura.
  • De acordo com pesquisadores da Universidade de Chubu, no Japão, a pitaya ajuda a inibir a obesidade graças à antocianina – antioxidante que ainda afasta problemas cardíacos. O resultado do estudo constatou que a substância mantém as células de gordura murchinhas e ativa o metabolismo. (MdeMulher)

Dragon Fruit de Okinawa

Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica5 Okinawa

Algumas formas de apreciar a fruta no Japão:
Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica6 Okinawa

Dragon Fruit - Pitaia - Pitaya - fruta exotica7 Okinawa

Algumas dicas de links de receitas em português

Fonte: http://www.jocelemsalgado.com.br/MdeMulher

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

Compar tilhe!
Clique aqui para deixar um comentário 8 comentários