Hamburger no Japão é Hanbaga ou Hanbagu?

Na Wikipédia encontramos a seguinte definição:

O hambúrguer é uma espécie de sanduíche de carne (quase sempre bovina) moída e cozida (frita, grelhada etc). Por ser geralmente servido entre duas metades de pão, formando um sanduíche, é esse, por extensão, o seu significado mais comum.

Pode ser acompanhado por condimentos e outros ingredientes também colocados dentro do pão, como cebola, alface, tomate, ketchup, queijo fatiado, bacon etc.

O hambúrguer é um sanduíche popular em quase todo o mundo, sendo vendido por grandes franquias multinacionais.

História do hamburger

O hambúrguer, apesar de tido e havido como uma instituição norte-americana, só chegou ao país, pelas mãos de imigrantes alemães, vindos dos arredores de Hamburgo.

A história deste bife de carne moida começou no fim do século XVII, quando tribos nômades da Ásia Ocidental desenvolveram a técnica de temperar a carne bovina, finamente picada, a fim de evitar seu perecimento. A iguaria teve bastante aceitação, uma vez que dispensava o manuseio do fogo nos acampamentos.

Marinheiros alemães que faziam a rota do Báltico conheceram a receita, porém, torceram o nariz para a carne crua. Levaram, então, a idéia para casa, mas passaram a cozinhar a carne. O sucesso foi tal que rapidamente virou um prato típico da culinária alemã.

No século XIX, quando a América recebia seus novos descobridores, os navegadores que partiam da cidade alemã de Hamburgo traziam a tradicional receita, que recebeu o nome de hamburg style steak(bife ao estilo hamburguês).

Os americanos aperfeiçoaram a receita, acrescentando o pão. Hoje, o hambúrguer é um ícone da culinária americana.

Hamburger no Brasil

A introdução do hambúrguer nos costumes do brasileiro deve-se ao americano Robert Falkenburg, campeão de tênis em Wimbledon, que abriu em 1952, na cidade do Rio de Janeiro, a primeira lanchonete, aBob’s, e que seguia os padrões americanos. Também foram introduzidos o milk shake e o sundae. Esta lanchonete passou a fazer parte da crônica social do Rio e do Brasil, sendo frequentada por celebridades da época, como o compositor Villa Lobos, o músico de jazz Booker Pittman, entre muitos outros.

Hamburger no Japão

Foi introduzido e popularizado após a II Guerra Mundial, quando militares americanos introduziram o hábito de comer hamburger em restaurantes próprios. A partir da década de 60, muitos restaurantes japoneses já mantinham no cardápio o hamburger. Em 1971, McDonald abriu a sua primeira loja em Ginza, Tokyo, considerada a primeira loja na Asia.

Atualmente além da rede Mcdonald, outras grandes redes de lanches com hamburger fazem sucesso como Lotteria, Mos Burger, Big Burger e outros.

Mas o Japão existe uma outra cultura, onde o hamburger é servido na refeição, com arroz branco, misoshiru e tudo mais. Grandes redes de restaurantes de hamburger são frequentados por japoneses e estrangeiros, trazendo sempre novidades e novas combinações de pratos. Na grande maioria dos family restaurant encontramos no cardápio o hamburger servido de diversas formas e inúmeros acompanhamentos e molhos.

Qual a diferença entre o hamburger no pão e hamburger na refeição?

ハンバ-ガ- refere-se ao sanduiche de hamburger

hanbaga - hamburger

 ハンバ-グ  refere-se ao hamburger na refeição

hanbagu - hamburger

Da próxima vez que você for a um restaurante ou lanchonete, saberá a diferença na hora de fazer o pedido em japonês.

Note que esta diferença não existe em língua inglesa. Pra começar, americanos ou ingleses não comem carne de hamburger com arroz – uma invenção tipicamente japonesa.

“Hanbagu” é um caso típico de “wasei eigo” (inglês fabricado no Japão).

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

Compar tilhe!
Clique aqui para deixar um comentário 0 comentários