9

Escalada do Monte Fuji – Dicas Para Principiantes

Quer escalar o Monte Fuji? Este artigo traz dicas sobre aos interessados principiantes. Prepare-se, pois não é uma missão muito fácil! Se você já subiu, conte-nos a sua experiência; se vai subir pela primeira vez conte-nos como estão os seus preparativos!

Alguns cuidados para iniciantes que desejam escalar o Monte Fuji

Temporada

O período mais propício às escaladas é durante o verão. Mais precisamente Julho e Agosto. As datas exatas de abertura e fechamento são anunciadas todos os anos e podem variar.

Durante a temporada o telefone: 055-24-6223 do Centro de Instruções de Segurança do Monte Fuji (Fujisan Anzen Shido Center) localizado na sexta estação do Monte Fuji presta serviços de dicas de escalada, informações climáticas e atendimntos em casos de emergência.

Se for subir ao Monte Fuji fora desse período, chamada de Baixa Temporada, deverá apresentar o Formulário de Plano de Escalada e entregar à Polícia ou colocar na caixinha instalada em frente do Posto Policial, do 5º estágio. As cabanas e as lojas estarão fechadas nesta época e de meados de novembro a final de abril, a estrada para o 5º estágio (Fujisan Sky Line) também estará interditada.

Há duas entradas para a escalada do lado da província de Yamanashi: Yoshida-guchi e Kawaguchiko-guchi. Seja qual for a asua opção, em ambas as rotas é necessário que se tenha um planejamento cauteloso, calculando o tempo do intervalo de descanso durante o percurso bem como imprevistos que podem surgir.

Aos que planejam em descansar nos alojamentos, procure chegar com tempo de folga. Aos iniciantes ou aqueles que não estejam em condições ou preparo físico adequados, evitem a escalada no período noturno. Ainda, a escalada em grupo é mais recomendada do que a subida individual. Aos inexperientes em escaladas, aconselha-se que vá acompanhado de grupos já veteranos.

Em parte para evitar dormir nas pousadas, em outra para fugir do calor, muitos escolhem percorrer o caminho ascendente à noite, já que um dos principais objetivos é ver o nascer do sol lá do topo, o goraiko.

portal xintoista

Perto do cume, a passagem por um portal xintoísta delimita a entrada na reta final, ou para os mais místicos, em um espaço sagrado próximo dos céus. Ao chegar lá em cima, preferencialmente de madrugada, o peregrino tem um tempo para fazer uma última meditação. E, finalmente, a renovação vital, ou, quem sabe, até uma experiência mística pode chegar junto com os primeiros raios do alvorecer. O espetáculo é único.

Rotas

Monte Fuji - escalada - rotas

Preparativos

Previsão do tempo

Fique atento à previsão do tempo, pois as condições climáticas na montanha é extremamente variável. Consulte Agência Meteorológica do Japão (site em inglês).

A temperatura abaixa em torno de 0,6 graus, a cada 100 metros de altitude, sendo que, no topo da montanha gira em torno de 5 graus, durante o dia, no verão. Devem levar capa de chuva e agasalhos quentes, pois, ao amanhecer, a temperatura atinge menos de 0 graus.

Escalada

Não tente acompanhar as outras pessoas, suba no seu próprio rítmo e não tire longos descansos, pois poderá se cansar mais.

Para não ter problemas de saúde ou sintomas relacionados à altitude, antes de começar a escalada, deve permanecer por mais de uma hora no 5º estágio, até habituar-se com a altitude.

O tempo de escalada varia de 4 a 7 horas para subir e 2 a 3 horas para descer, dependendo da condições físicas, preparo do alpinista, período de descanso e o horário escolhido para subir.

Monte Fuji - escalada - mapa da subida

Estágio 5 – altura 2,305m ⇒ 50 mimnutos, 2km ⇒ Estágio 6 altura 2.390m ⇒ 70 minutos 1,5km ⇒ estágio 7 altura 2.700m ⇒ 2 horas 1,9 km ⇒ estágio 8 altura 3.040m ⇒ 80 minutos 800m ⇒ estágio 9 altura 3.570m ⇒ 40 minutos 400m ⇒ topo altura 3.776m

Sanitários

Faça uso do toalete antes de escalar a montanha. Os toaletes do Monte Fuji são de estilo Bio-toaletes. Costuma-se fazer uma contribuição simbólica de 200 ienes para o uso da toalete, para fins administrativos e de manutenção. Dependendo do estilo da toalete, o modo administrativo é diferenciado

Favor não deixar lixos ou substâncias estranhas nos toaletes. Vamos fazer bom uso do banheiro. Não jogue lixo dentro do vaso sanitário. Evite o uso de papéis que não dissolvem em água. Use papel higiênico e lenço de papel próprios.

Algumas vezes os toaletes das cabanas e do topo da montanha não poderão ser utilizados devido às más condições climáticas ou por excesso de uso.

Hospedagem

Proibido montar barracas na montanha. Hospede-se sempre nas cabanas, por ser extremamente perigoso dormir ao ar livre. Mantenha silêncio nas cabanas, pois os hóspedes estarão descansando para escalar no dia seguinte. Devem levar dinheiro suficiente para pagar as refeições, toaletes, hospedagens e transportes, pois não aceitam cartões de créditos e cheques de viagens.

Equipamentos, vestimenta

Vestimenta

Como há uma diferença de até mesmo 20 graus de temperatura do sopé ao topo do Monte Fuji, é aconselhável que se escolha vestimentas que se adequem a ambas as temperaturas. Uma calça maleável é primordial. Mesmo no verão, blusas ou camisetas de manga comprida, capas ou windbreaker (que impeçam a passagem do vento), uma toalha para cobrir o pescoço (útil para limpar o suor no calor e como cachecol no frio) são indispensáveis. A utilização de luvas “gunte” são recomendadas para a prevenção contra ferimentos ou proteção no frio.

Os raios solares nas montanhas são muito fortes, portanto, devem se proteger usando protetor solar, óculos de sol, chapéu ou bonés, camisa de manga comprida e calça comprida. Os calçados devem ser confortáves, de solados grossos ou proprios para escaladas, que dificultam a entrada de pequenas pedras. Não esquecer da lanterna e cantil.

Calçados e meias

Dê preferência ao calçados de sola grossa e resistente. Calçados de cano alto que cubra o tornozelo são os mais recomendados. O melhor calçado é o próprio para montanhismo, mas na impossibilidade de se conseguir um, prefira um tênis com o qual esteja acostumado.

As meias não só absorvem o suor como também servem como amortecedores. Escolha meias sintéticas ou grossas de lã.

Mochilas

Prefira aquelas cm alças largas e acolchoadas. Os ítens mais pesados devem ser colocados na parte superior e ajuste o comprimento das alças de forma a se adequarem nas costas e não sobrecarregue o peso, dividindo-o em toda a parte das costas e da coluna. Leve peças de roupas para troca, devido ao suor, e devem ser colocadas em sacos plásticos para protegê-las das águas da chuva.

Capas de chuva

Leve em consideração a maleabilidade que facilite os movimentos e prefira àqueles em duas peças (jaqueta e calça).

Lanternas

É indispensável levar lanternas, principalmente em escaladas noturnas.

Bombas de oxigênio portáteis

Indispensável como medida preventiva para eventuais casos de mal da montanha (falta de oxigênio em grandes altitudes). Na aparição dos sintomas, não force colocando em risco a sua vida e faça o caminho de volta, descendo a montanha.

Emplastos terapêuticos e esparadrapos

Há muitas pessoas que machucam os joelhos ou a coluna (os emplastos podem dar um alívio momentâneo). É aconselhável que tenha gases esparadrapos, água oxigenada para fazer eventuais curativos.

Sacos de lixo

Os sacos plásticos de lixo são sempre úteis também em casos de chuva.

Bengala

Pode-se achar que seja um estorvo levar a bengala na hora da subida, mas esta será de grande valia na descida quando ajudará a diminuir os impactos no joelho. No início da escalada, é vendido um cajado de madeira que pode ser marcado em cada uma das paradas.

Ao passar por uma estação, há um encarregado de queimar o bastão com um carimbo aquecido em brasas, em mais uma referência ao fogo. Aos peregrinos, a superação de cada estágio representa o vencimento dos obstáculos da vida, do passado e do presente.

Água

Os estabelecimentos “yama-goya” (espécie de alojamento em cada parada da montanha) comercializam água.

Alimentos

Como se trata de uma escalada de aproximadamente 10 horas, é indispensável que se leve alimentos e líquidos. É possível comprar as refeições nos “yama-goya”, contudo, os preços são consideravelmente elevados. Chocolates, barras de cereais ou suprimentos alimentares em forma de gel, além de não couparem muito espaço ajudam na reposição rápida de energia com muita eficiência

Outras recomendações importantes

Não incluir escalada à montanha, dentro de um programa de viagem muito corrido. Se as condições climáticas não forem boas ou se não estiver bem de saúde, deve suspender a escalada e descer o mais rápido possível, cada um deve cuidar da sua saúde e segurança.

Leve os lixos para casa. Não é permitido levar animais de estimação. Caminhar somente na trilha marcada. Não empilhar pedras e nem fazer pichações. Não tomar atitudes que estraguem o meio ambiente.

Se você desviar do caminho da escalada poderá provocar o desmoronamento de rochas, além de causar danos à espécimes raras de vegetações do Monte Fuji.

Assim que chegar no 5º estágio, imediatamente procure repousar e habituar-se com a altitude. Caso ocorrer sintomas ou reações relacionadas com altitude (cefaléia, ânsia de vômitos, etc) não force o prosseguimento da escalada.

Cabanas

As cabanas da montanha funcionam 24 horas. Planeje sua viagem e confira a época de abertura antes de fazer as reservas. Se as cabanas estiverem lotadas, sua reserva poderá ser recusada.

Para fazer as reservas, telefone diretamente à cabana entre 8:00hrs às 19:00hrs. No ato da reserva dia o seu nome, endereço, data da reserva, número de pessoas e se deseja pedir refeição.

Para cancelar ou mudar a data da reserva, telefone com antecedência.

Monte Fuji - escalada - reserva de cabanas numero telefone

Hospedagem

Hotéis perto da estação JR de Fujinomiya.

Localização, endereço, telefone e mapa aqui http://goo.gl/maps/tk0C8

Acesso

Se for de Shinkansen, utilize o KODAMA e desça na estação de SHIN-FUJI. Saindo da estação encontrará o terminal de ônibus que levará até o 5º estágio. São aproximadamente 2 horas de viagem. Confira o horário de ônibus AQUÍ.

⇒ de Sinkansen Kodama ⇒ Estação Shin-Fuji ⇒ de ônibus ⇒ 5º estágio

Para quem deseja pernoitar para subir o Monte Fuji no dia seguinte, de descer na Estação de Shinkansen de Mishima, da estação de Mishima à estação de Fuji, utilize a linha Tokaido e da estação de Fuji a estação de Fujinomiya ou Nishi-Fujinomiya (dependendo do hotel onde irá hospedar), utilize a linha Minobu. Confira os hotéis e as localizações AQUÍ.

⇒ de Shinkansen ⇒ Estação de Shinkansen de Mishima | Estação de Mishima ⇒ Linha Tokaido ⇒ Estação de Fuji ⇒ Linha Minobu ⇒ Estação de Fujinomiya ⇒ ou ⇒Estação de Nishi-Fujinomiya

De carro

Para as pessoas que ultilizarem a Rodovia Tomei, chegando em Fuji devem sair da Rodovia Tomei e seguir para NISHI-FUJI BYPASS. Entrando na NISHI-FUJI BYPASS, siga em frente até encontrar, à sua esquerda, o Restaurante Cocos, neste sinaleiro, dobre à direita e siga até o estacionamento Mizugatsuka ②. Em épocas de baixa temporada, poderá subir até o 5º estágio ③ de carro, verifique o mapa com atenção.

Monte Fuji - escalada - estacionamento para quem vai de carro

MOnte fuji --

Na foto, a montanha de 3.776 metros, vista do alto da cidade de Shiojiri (Nagano)

Antes de escalar o Monte Fuji, é sempre bom conversar com pessoas que já foram e aproveitas as as boas e as más experiências.

Video da Prefeitura de Shizuoka

Recomendamos também visitar o Blog da Iwata Kappuru, Roberta Matsuoka escreveu uma série de artigos quando escalou o Monte Fuji, registrando em fotos e detalhes surpreendentes: BANZAI! Guia de Sobrevivência ao Monte Fuji 

Outro artigo super interessante foi escrito pela jornalista e editora da Revista Alternativa, Karina Almeida. No Blog Meu Japão ela conta a experiência e dá super dicas para quem deseja escalar o Monte Fuji. Recomendamos leitura: http://www.meujapao.com/2006/08/monte-fuji-eu%C2%A0recomendo/

Site do Ministério do Meio Ambiente do Japão para orientar turistas que pretendem escalar o Monte Fuji: http://www.fujisan-climb.jp/

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

Compar tilhe!
Clique aqui para deixar um comentário 9 comentários