Chegar Atrasado Em Compromisso é Sinal de Deselegância, Desrespeito e Falta de Educação

No Brasil é comum utilizar a expressão <pontualidade britânica> para chegar na hora marcada.

Britânicos tem horror a chegar atrasados para qualquer ocasião, por mais informal que seja, mesmo que seja por alguns poucos minutos.

No Japão também observamos a <pontualidade britânica>, ou seja, 【時間厳守】lê-se 【jikan genshu】e a tradução é PONTUALIDADE.

O japonês define como 【約束の時間を厳守する習慣または特性】【Yakusoku no jikan o genshu suru shūkan matawa tokusei】ou seja, característica ou hábito de aderir (garantir, cumprir) o compromisso da hora marcada.

No Japão, respeitar o “Jikangenshu”/pontualidade não é uma questão somente de etiqueta, mais do que isso é uma questão de educação e respeito ao próximo. Chegar atrasado a um compromisso é uma atitude de profunda deselegância e gravíssima falta de consideração ao compromisso e ao interlocutor.

Quando se marca um compromisso com alguém, é considerado de bom tom chegar cinco minutos antes do combinado. Muitas pessoas comentam que quando chegam na hora exata combinada são as últimas a chegar! Caso não tenha jeito, é melhor telefonar e avisar a pessoa com quem for se encontrar. Muitos japoneses ficam irritados mesmo que o atraso seja de cinco minutos!

Grandes empreendedores ocidentais que desconheciam esta regra no passado, perderam fabulosas oportunidades de negócios com os japoneses por não cumprirem a hora marcada e tiveram grandes prejuízos e perderam a credibilidade. Atualmente, empresários ocidentais estudam também os costumes japoneses antes de uma grande negociação.

Mas não são só empresários, tudo e todos no Japão, cumprem esta regra. Trabalhadores, estudantes, executivos, profissionais liberais, donas de casa, comércio, órgãos públicos, enfim, todo sistema japonês: trabalho, escolas, correio, transportes, etc. Totalmente contrário ao que acontece com nós latino-americanos em geral, ou os italianos, ou os árabes entre outros.

Trens

Os trens japoneses são famosos no mundo inteiro por não atrasarem, são extremamente pontuais.

Muitos turistas no Japão ficam surpresos com a pontualidade dos trens. A verdade é que a maioria dos japoneses aprecia esse rigor com a hora. De acordo com os resultados de uma pesquisa recente, quando perguntadas sobre o tempo de tolerância de atraso de um trem, cerca de 50% das pessoas responderam no máximo cinco minutos.

Quando imprevistos acontecem por causa de acidente, terremoto, taifu, tatsumaki/tornado ou falhas no sistema, o auto falante da estação como os monitores internos dos vagões costumam avisar prováveis atrasos.

Assim, as pessoas que serão prejudicadas poderão entrar em contato para comunicar seu atraso ao compromisso com antecedência. Em alguns casos, rotas alternativas de linhas e estações são divulgadas aos passageiros. Caso o trem não possa se movimentar, por exemplo, por causa de um acidente grave, são providênciados ônibus até a estação mais próxima.

Periodicamente são editados livros contendo horários de trens, minuciosamente explicados (horário de saída, chegada, estações, rotas, etc) que são consultados sempre que necessário.

Nas estações de trem é sempre possível checar os horários dos trens e o tempo de percurso para chegar à estação desejada.

Seguros

Os seguros contra acidentes de carro são realizados com prazo de validade contendo dia, mês, ano e horário (normalmente até 16 horas). Se as 16:05h você sofreu um acidente de trânsito e não renovou o seu seguro, o prêmio não será pago, mesmo que a validade seja até o dia do acidente.

Empregos

Entrevistas de emprego também utilizam a pontualidade como uma métrica para avaliar o candidato e posterior para ponderar o rendimento do seu trabalho no cotidiano.

Japoneses não toleram atrasos e faltas náo comunicadas 【無断欠勤- mudan kekkin】ao trabalho.

Uma característica dos trabalhadores no Japão é estar no seu posto de trabalho alguns minutos antes, para que por exemplo, 8 horas em ponto, inicie seu serviço.

Compromisso

Um jantar formal ou informal, deve cumprir o horário marcado. Nunca chegar depois da hora marcada, nem com muita antecedência. Dez a quinze minutos antes, é o ideal. Os japoneses ao chegarem ao local de encontro, mesmo com 15 minutos de antecedência, apresentam suas desculpas por ter chegado um pouco antes do horário combinado. É uma forma de gentileza e educação.

Escolas

Escolas também mantem um rigoroso controle de horários. Alunos que costumam chegar atrasados, são chamados a atenção e em alguns casos, professores orientam os pais sobre este comportamento. E isto pode interferir diretamente no aproveitamento escolar, ou seja, o <famoso boletim> poderá ser pontuações reduzidas devido aos atrasos.

O que fazer para não se atrasar aos compromissos

  • Sair com antecedência sempre, prevendo que algum imprevisto poderá acontecer.
  • Se vai a algum local que ainda não conhece, estude antes todas as rotas, horários de trens, vias de acesso e horário de percurso, possibilidades de locomoção.
  • Se houver imprevistos, ligue imediatamente para comunicar seu atraso, pedindo as devidas desculpas pelo incômodo e certificando-se de que poderá ser atendido, mesmo com atraso. Nunca esqueça de levar o telefone de contato.

costumes japones - chegar atrasado a um compromisso é sinal de deselegância, desrespeito e falta de educação- horarios quebrados, pontualidade2

Algumas curiosidades sobre horários

Quem assiste programação japonesa entende melhor esta facilidade dos japoneses de trabalhar com horários quebrados. Novelas que começam as 20:54h. Noticiário das 12:15h. Os horários de trabalho de algumas empresas também são horários quebrados, por exemplo, tem fábricas com horário de entrada 8:15h, para evitar um pouco o congestionamento do pico.

Encontramos em quase todos os lugares relógios antigos, modernos, solares, eletrõnicos informando as horas: escolas, empresas, lojas de conveniências, hospitais, prefeituras, supermercados, sala de reuniões, estações de trem, etc.

Pontualidade britânica – Na Inglaterra antes do século 19, a conservação do horário era uma questão local. Cada rua e cada bairro tinha a sua hora. Os relógios eram acertados ao meio-dia, quando o sol atingia o ponto mais alto. A confusão acabou em 1830, quando a Grã-Bretanha se tornou o primeiro país a adotar um horário nacional. Nascia a pontualidade britânica.

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

Compar tilhe!
Clique aqui para deixar um comentário 0 comentários