Inakadate, a Arte na Plantação de Arroz, Exemplo de Trabalho Comunitário em Prol da Cidade!

Aomori é uma província situada mais ao norte da ilha central Honshu, na região de  Tohoku (mesma região de Iwate, Fukushima, Miyagi).

Em março de 1985, depois de 23 anos de trabalho e investimentos da ordem de 700 bilhões de ienes, o Túnel Seikan finalmente passou a ligar as ilhas de Honshu e Hokkaido, tornando-se o maior túnel desse tipo no mundo.

Três anos depois, em 13 de março, uma ferrovia foi inaugurada na linha Tsugaru Kaikyo.

Um dos pontos turísticos mais procurados é o castelo de Hirosaki que recebe milhares de turistas na primavera e no outono. No verão, Nebuta Matsuri, é um dos mais famosos do Japão.

A Base Aérea de Misawa, na província de Aomori, é a única base compartilhada com os Estados Unidos instalada no Pacífico Oeste que serve o exército americano e as Forças Aéreas Americanas, bem como as Forças de Defesa Japonesas.

Aomori é especialmente famosa por seus pomares de maçãs. O Lago Towada está sobre uma cratera na fronteira entre Akita e Aomori. Ele deságua no Rio Oirase; no verão é refrescante e no outono as folhas das árvores ao seu redor formam uma bela paisagem.

Assim como a maior parte da região de Tohoku, Aomori é dominada pelas indústrias tradicionais como a agropecuária, madeireira e pesqueira.

Inakadate, a arte na plantação de arroz.2

A província de Aomori produz aproximadamente metade das maçãs consumidas no Japão. Além do destaque na agricultura, são produzidos em Aomori uma série de produtos marinhos como frutos do mar e peixes.

Inakadate, a arte na plantação de arroz.3

Grande parte da paisagem de Aomori é predominada pela plantação de arroz. As cidades pequenas,vilas, aldeias,  com poucos habitantes, perdem os muitos jovens que migram para cidades como Tóquio,  Sendai ou outras grandes metrópolis, à procura de estudo, emprego, diversão e casamento. Assim a economia local é movimentada pela população mais idosa e famílias com poucos filhos.

Inakadate, a arte na plantação de arroz.4

Sobre a arte na plantação de arroaz da Vila de Inakadate

Inakadate ocupa as planícies centrais dentro de Aomori. A vila tem um clima marítimo frio caracterizado por verões curtos, frescos e invernos longos e frios, com uma forte nevasca. A economia da Inakadate é fortemente dependente da agricultura, nomeadamente arroz e horticultura.

Por volta de 1990, as autoridades e agricultores da pequena aldeia de Inakadate preocupados com o exodo rural dos jovens, estudaram diversas formas de revitalizar a sua aldeia.  Neste local o arroz é cultivado na área há mais de 2.000 anos. Para honrar esta história, os moradores iniciaram o plantio de arroz, no espaço atrás da Prefeitura, onde foram utilizados quatro tipos diferentes de arroz para criar uma imagem gigante no campo.

 O experiemento deu certo, com a colaboração dos agricultores e moradores da região e para permitir a visualização de toda a imagem, uma torre de 22 metros foi erguida para os visitantes. Também neste local foi instalado uma câmera que registra diariamente o crescimento e a mudança de cores a cada estação.

A arte no tanbo (plantação de arroz) de Inakadate em Aomori no ano de 2013 completa 21 anos.
A cada ano, os agricultores da cidade de Inakadate, criam obras de arte a partir da plantação de arroz. Esta arte se iniciou em 1993 em reuniões dos comitês de associações locais como idéia de revitalização da pequena cidade.

Inakadate, a arte na plantação de arroz6

Utilizando uma grande variedade de tipos de arroz, em cores diferentes, fazem uma programação de plantio geometricamente calculado para dar o efeito na imagem gigante a ser formada. O trabalho de preparar terremo, plantio das mudas, manutenção, limpeza retirando os capins, colheita e pós colheita, é realizado pelo agricultores locais e a ajuda voluntária da população.

Inakadate, a arte na plantação de arroz8

Sobre a realização da arte na plantação de arroz de Inakadate

As fotos das arte nas plantações de arroz de Inakadate são divulgadas no mundo inteiro em artigos, reportagens e blogs. Todos elogiam a criatividade, a beleza e o esplentdor destes artistas agricultores.

Apesar de receber milhares de visitantes todos os anos, o número ainda é pequeno, pois Aomori fica bem afastado das principais metrópoles e ao redor não tem cidades ou grandes atrações turísticas, como parques temáticos, onde os jovens preferem passear.

Quando se fala de Inakadate, todos se referem à arte e pouco comentam sobre como ela é realizada. É aqui que mora a alma do negócio e da arte. O trabalho comunitário de agricultores, administradores governamentais, empresas e moradores. Todos colaboram, todos ajudam. Na época do plantio, voluntários (moradores da região, estudantes) junto com os agricultores, formam um verdadeiro multirão. Este trabalho de cultivo, manutenção leva praticamente o ano todo. É um verdadeiro trabalho que é possível graças à dedicação de todos.

As fotos abaixo, pouco divulgadas, infelizmente, retrata o trabalho em grupo, em comunidade, em pról da cidade e seus moradores.

Inakadate, a arte na plantação de arroz7

Se você ficou curioso, poderá também conhecer as várias etapas de outros trabalhos realizados nos anos anteriores, através do site da cidade de Inakadate, Aomori http://www.vill.inakadate.lg.jp/

Arte na plantação de arroz em Anjo, Aichi

Na cidade de Anjo, também iniciaram trabalhos que atraem muitos turistas: arte na plantação de arroz.

Fanpage em japonês com fotos interessantes: 田んぼアート安城

Site da arte na plantação de arroz de Anjo http://www.katch.ne.jp/~nihondanmarku/

Inakadate, a arte na plantação de arroz9

 

Leia também mais no Blog da Suriemu, contem muitas fotos interessantes:
Arte nas plantações de arroz do Japão! Inakadate, uma obra de arte feito com a colaboração de centenas de pessoas.

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

Compar tilhe!
Clique aqui para deixar um comentário 0 comentários