Gyoza – O Salgado Japonês que Lembra o Pastel Brasileiro

Conheça um pouco mais sobre este prato muito consumido no Japão e no mundo.

Gyouza 【餃子 – ギョウザou ギョーザ】 é um prato típico originário da culinária chinesa que se difundiu para a culinária japonesa e para o resto do mundo.

Lembra o nosso pastel no sentido de que é uma folha fina de massa envolvendo carne moída.

Mas ao contrário do pastel, ele só aparece em refeições (ou como acompanhante do lamen).

O que é gyoza?

Consiste numa espécie de bolinho com formato semelhante ao ravióli, cuja massa é feito com farinha e água . O recheio pode ser de carne de porco, carne bovina, frango, peixe ou camarão que geralmente são misturados com legumes picados. Recheios vegetias populares incluem repolho, cebolina, alho-poró. Pode ser frito, cozido a vapor ou grelhado e consumidos com um molho à base de shoyu com vinagre, alho, gengibre, saque japonês, rayu (óleo de pimenta) e gomaabura (óleo de gergelim).

Como um prato preparado em casa, cada família tem seu próprio método preferido de fazê-los, usando recheios preferidos, com tipos e métodos de preparação variam muito de região para região.

Modo de preparo

O método de preparação mais popular é o estilo frito chamado Yaki-Gyoza (焼き餃子), em que o bolinho é primeiro refogado com pouco óleo, criando uma pele crocante. Em seguida, é adicionada água e a frigideira fechada com uma tampa, até vaporizar a água. Outros métodos populares incluem gyouza fervido Sui-gyoza (水饺子) muito utilizado em sopas e nabes, e frito Ague-gyoza (揚げ餃子).

tipos de gyoza

A massa também é encontrada à venda nos supermercados, chama-se gyoza no kawa (餃子の皮)para aqueles que desejam preparar seu recheio em casa. Muitos brasileiros aproveitam esta massa redonda para colocar recheio de pastel e fritar com bastante óleo, semelhante ao gyoza frito com uma aparência diferente.

gyoza no kawa, massa

Gyoza pode ser encontrado em supermercados de várias formas: pronto para serem fritos ou grelhados, congelados, e também já prontos para o consumo e restaurantes em todo o Japão.

Um pouco de história do gyoza

Gyoza foi introduzido no Japão durante o período Edo (1603-1868), e na era Meiji (1868 a 1912) um restaurante chinês já serviam gyoza. Durante a Segunda Guerra Mundial, soldados japoneses que haviam lutado na Manchúria (China) trouxeram para o Japão. O período pós-guerra a farinha de trigo era mais fácil de se obter que o arroz e praticamente qualquer ingrediente poderia ser usado como recheio. Em meio à escassez de alimentos e à devastação generalizada, muitos encontraram no preparo e venda do gyoza um meio de sobrevivência.

Cidades do Gyoza no Japão

Entre as famosas cidades que mais consomem gyoza no Japão destacamos: Utsunomiya, Shizuoka, Kobe, Fukushima, Susono, Hamamatsu, Tsu, etc. Durante muitos anos a cidade de Utsunomiya em Tochigi foi considerada a maior consumidora de gyoza no país, até que 2011, quando a população e a economia local sofreu prejuizos devido ao Grande Terremoto de Tohoku e consequências como tsunami e radiação. Em 2012, Hamamatsu em Shizuoka, ganhou o ranking de maior consumo no Japão.

Gyoza em Hamamatsu

Na cidade de Hamamatsu estão catalogados cerca de 80 casas comerciais especializados em gyoza. Mais de 300 hotéis e restaurantes incluem gyoza no cardápio. Barracas e tendas também podem ser encontradas próximas à estação.

Hamamatsu gyoza

Dicas de outras formas de utilizar a massa do gyoza

gyoza no kawa, massa dicas de outras receitas

Forma simples de fechar um gyoza

Gyoza No Oukoku (餃子の王国)é uma das redes famosas especializada em gyoza, o vídeo orientará como fechar o gyoza

Fonte: Wikipedia

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos!

5 comentários em “Gyoza – O Salgado Japonês que Lembra o Pastel Brasileiro”

    1. Tem sim. Não sei onde você mora mas na cidade de São Paulo vá a estas lojas que vendem produtos alimentícios japoneses e peça “massa para gyoza”.

  1. Olá…gostaria de obter a receita da massa do gyoza…..eu achava q,a massa fosse feita de arroz…mas pelo pouco q.li .é farinha de agua?
    gostaria mto da receita da massa,se possível…
    desde ja .obg!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *